psoriaseA psoríase é uma condição da pele que causa vermelhidão e irritação da pele. Geralmente, as lesões deixam a pele grossa e vermelha com manchas escamosas e prateadas. Pode também acometer as articulações, levando a artrites.

 

Causas

A psoríase é muito comum. Qualquer um pode desenvolvê-lo, mas geralmente começa entre 15 e 35 anos.

Não é uma doença contagiosa. Isso significa que não se espalha para outras pessoas.

Os pesquisadores acreditam que pode ser uma condição autoimune . Isso ocorre quando o sistema imune equivocadamente ataca e inflama ou destrói o tecido corporal saudável.

Pode desencadear uma psoríase ou dificultar o tratamento:

Infecções por bactérias ou vírus, incluindo estreptococos e infecções respiratórias superiores
Ar seco ou pele seca
Ferimento na pele, incluindo cortes, queimaduras e picadas de insetos
Alguns medicamentos, incluindo drogas, como os antimaláricos, beta-bloqueadores e lítio
Estresse
Muito sol (queimadura solar)
Alcoolismo e tabagismo

A psoríase pode ser mais grave em indivíduos imunossuprimos, como nas seguintes condições:

AIDS
Doenças auto-imunes (como artrite reumatóide )
Quimioterapia contra o câncer

Sintomas

A psoríase pode aparecer de repente ou lentamente. Muitas vezes, tem caráter recorrente, ou seja, períodos de melhora e piora.

O principal sintoma da condição é irritação, manchas vermelhas e escamosas na pele, conhecidas como placas. As placas são mais frequentemente vistas nos cotovelos, joelhos e tronco. Mas elas podem aparecer em qualquer lugar, inclusive no couro cabeludo, palmas das mãos e solas dos pés. As unhas também podem ser afetadas, levando a deformidades.

Exames

O diagnóstico é feito pelo exame clínico do Dermatologista. Às vezes, uma biópsia de pele é feita para descartar outras condições possíveis. Se você tiver dor nas articulações, pode ser solicitado exames radiológicos.

Tratamentos da Psoríase

O objetivo do tratamento é controlar seus sintomas e prevenir infecções.

Estão disponíveis três opções de tratamento:

Loções para a pele, pomadas, cremes e shampoos. Estes são chamados de tratamentos tópicos.
Comprimidos ou injeções que afetam a resposta imune do corpo, não apenas a pele. Estes são chamados de tratamentos sistêmicos.
Fototerapia, que usa luz ultravioleta para tratar a psoríase, nos casos em que a doença é restrita a pele.