TRATAMENTOS DERMATOLÓGICOS MAIS EFICAZES PARA O PÓS-PARTO

Alma prime é o equipamento revolucionário para esculpir o corpo
10 de outubro de 2018
GUIA COMPLETO PARA A MANUTENÇÃO DA BELEZA DOS SEUS CABELOS
19 de novembro de 2018

Após o parto e toda a felicidade que vem com ele, as recentes mamães começam a se preocupar em como voltar à forma. Hoje, vou contar para vocês os meus tratamentos preferidos após a gestação e como eles funcionam

 

São muitas as alterações que o corpo da mulher sofre durante a gestação. Dentre os problemas que podem surgir estão estrias, flacidez, inchaço, celulite e gordura localizada, queda de cabelo e melasma. Jesus!

Como se não bastassem as inúmeras preocupações com este novo mundo repleto de novidades (e responsabilidades!) que a mamãe tem de encarar, ela não se sente bem com o novo corpo, que ainda não está em sua melhor forma.

A boa notícia é que tem como mudar este cenário. Eu até publiquei um vídeo no meu IgTV, para mostrar como eu comecei a cuidar de mim agora que o Lorenzo já está tendo a rotina dele.

 

PRINCIPAIS QUEIXAS DAS MAMÃES

 

Logo depois da gestação, as principais reclamações das mulheres são com o aparecimento de estrias, pele flácida, melasma, celulite, inchaço, ganho de peso e queda de cabelo.

Em decorrência das noites em claro cuidando dos pequenos, é comum também que apareçam olheiras.

 

COMO TRATAR?

 

1 – Quilinhos extras

 

Se para perder os quilinhos que ficaram após a gestação você está pensando em optar por dietas restritivas, esqueça! O ideal é fazer uma análise de sua composição corporal e de como está seu organismo em termos de vitaminas, nutrientes, hormônios, ansiedade e stress.

Com tudo isso equilibrado, você vai emagrecendo naturalmente. Caso necessário, pode-se desenvolver um cardápio equilibrado que vai ajudar no processo, mas sem comprometer sua saúde e a do bebê (se você estiver amamentando).

Aqui no Espaço Supreme temos uma equipe completa de profissionais para te auxiliar. O dr. Arthur Rocha é especialista em emagrecimento saudável e utiliza entre outras técnicas, a prática ortomolecular. Você pode acompanhar suas dicas nas redes sociais.

 

2 – Inchaço

A partir das primeiras três semanas do pós-parto, já é possível realizar a drenagem linfática pneumática com Lymphastim (tem um vídeo no meu IGTV mostrando o procedimento para vocês).

Durante este período, o corpo ainda está um pouco dolorido. Por isso, a melhor opção para mandar o inchaço para bem longe é realizando uma drenagem linfática mecanizada.

Lymphastim é um aparelho que realiza este procedimento, estimulando o sistema linfático a trabalhar mais acelerado.

Como resultado, a mulher tem a diminuição da retenção de líquido, ativação da circulação, sanguínea, combate à celulite e proporciona o relaxamento que a mãe tanto precisa nesta fase de mudanças constantes.

 

3 – Celulite, flacidez e gordura localizada

Já falei para vocês qual é o meu queridinho quando o assunto é tratamento de celulite, flacidez e melhorar o contorno corporal, né?

Alma Prime é o equipamento ideal para tratar esses três males que teimam em nos perseguir após o nascimento do bebê.

Por meio do calor intenso gerado pelo equipamento é possível diminuir a flacidez, aparência de celulite, gordura localizada e ainda estimular o surgimento de novas fibras de colágeno.

O aparelho pode tratar a área do abdômen, flancos, coxas e bumbum.

 

4 – Estrias

Mesmo hidratando bem a pele com produtinhos indicados pela dermatologista, essas danadas podem teimar em aparecer.

Consequência do ganho de peso em pouco tempo, as estrias podem aparecer na barriga, seios, bumbum, cochas, atrás dos joelhos e até nos braços.

Essas temidas marquinhas devem ser tratadas o quanto antes, pois quando elas ainda estão avermelhadas, o tratamento é mais eficaz do que quando já são branquinhas. Mas nos dois casos é possível tratar. Não se preocupe!

Dentre os tipos de procedimentos que mais indico para diminuir a aparência de estrias estão o Endymed, que é um aparelho que realiza o microagulhamento de ouro, laser CO2 e peeling.

Tudo depende do tipo de estria que a paciente tem. Após realizar a análise do caso, o dermatologista vai indicar as melhores técnicas.

 

5 – Queda de cabelo

Por causa de alterações hormonais nesta fase, é comum que a mulher tenha queda de cabelo. Em casos como esse, é necessário buscar ajuda de um dermatologista. O profissional analisará sua situação e poderá receitar suplementos ou até produtos de uso tópico como, por exemplo, shampoos e loções que auxiliam no crescimento e força dos fios.

Se for necessário, é possível abrir mão de lasers, Microinfusão de Medicamentos na pele (MMP), o microagulhamento com Endymed e luz de led.

 

6 – Melasma

Manchas de melasma durante a gravidez são causadas por alterações hormonais.

No consultório, a dermatologista pode indicar peelings e lasers para tratar as manchas escuras. Entretanto, a paciente precisa utilizar os creminhos em casa e não abrir mão de jeito nenhum do filtro solar.

Durante a amamentação, a mulher pode usar produtos clareadores. Alguns ácidos também estão permitidos. Lembre-se! Somente o médico pode indicar o melhor tratamento.

 

7 – Olheiras

Quem é mãe sabe como é difícil ter uma excelente noite de sono e acordar sem aquele aspecto de panda.

Para tratar as olheiras é possível usar cremes indicados pela dermato ou até mesmo realizar o preenchimento com ácido hialurônico. Isso vai depender do caso.

 

O importante é saber que para cada um desses problemas existem diversas soluções eficazes, que a mamãe não precisa ficar preocupada e nem ter pressa. O interessante é fazer uma análise para elencar as prioridades e ir tratando aos poucos. Enquanto isso, curta o seu bebê!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *