Como se livrar de irritações e marcas na pele após o Carnaval

8 procedimentos estéticos para ter um corpo de arrasar neste Carnaval
21 de fevereiro de 2019

Como se livrar de irritações e marcas na pele após o Carnaval

Saiba como se livrar das irritações, manchas e queimaduras deixadas por maquiagens, produtos químicos e adereços usados durante os dias de folia

 

O Carnaval acabou. Mas para alguns, ele deixou mais do que saudades. Restaram manchas, alergias, queimaduras e outros problemas de pele causados por maquiagens de qualidade duvidosa, purpurina, glitter, adesivos, adereços, sprays e espuminhas.

Então agora é hora de correr atrás de reverter esse prejuízo e devolver à pele a saúde e beleza roubadas.

 

ALERGIA DERMATOLÓGICA

 

Vamos começar pelas alergias. Abaixo eu descrevi as principais reações que podem aparecer na pele nessa ocasião:

 

  • Dermatite de contato

    Pode ser causada pelo uso de maquiagem de baixa qualidade usa durante os dias de Carnaval. Além disso, purpurina, tintas e glitter que não são testados dermatologicamente também levam ao desenvolvimento deste tipo de alergia.

 

Sintomas: erupções vermelhas na pele e escamações

 

  • Micose

    Ocorre quando se permanece muito tempo com a roupa ou sapato molhados.

 

Sintomas: de acordo com a área afetada, os sinais podem variar. Mas geralmente são: coceira, descamação ou escurecimento da pele, além do surgimento de uma lesão característica na região, dependendo do tipo de micose que a pessoa possui.

 

  • Dermatite seborreica

    Sabe aquele spray que você utilizou para mudar a cor das madeixas de forma temporária e arrasar no bloquinho de Carnaval? Pois é! Ele pode ter causado dermatite seborreica no couro cabeludo.

 

Sintomas: coceira, escamação, ressecamento do couro cabeludo. Se não tratada corretamente, pode levar à queda dos fios.

 

  • Urticária

    Na época do Carnaval, essa alergia geralmente é causada pelas espuminhas que simulam neve artificial. Este produto requer muito cuidado ao ser utilizado. Isso porque as substâncias presentes nele, em contato com a pele podem causar alergias dermatológicas e irritações na pele, olhos e garganta.

 

Sintomas: inchaço, coceira, rubor e sensação de queimação.

 

  • Brotoeja

Aquela fantasia de tecido sintético pode ter causado esta alergia dermatológica.  No próximo Carnaval, procure optar por tecidos claros, leves e que contenham algodão na composição.

Sintomas: erupções, manchas vermelhas, bolhas, saliências, coceira e queimação.

 

Todas essas irritações têm tratamento e DEVEM ser tratadas corretamente. Caso você não procure um dermatologista imediatamente, alguns casos podem se complicar. A exemplo da dermatite seborreica. Se não tratada, pode ocasionar a perda dos fios.

 

ACNE

Mas os problemas causados no Carnaval não para por aí!

Cravos e espinhas não são alergias, no entanto, também costumam ter o quadro piorado, depois dos dias de folia.

Isso se dá pelo excesso de calor e oleosidade, pelo excesso de maquiagem e porque muitas pessoas costumam dormir sem retirar a make (!!!). Quando estes produtos passam muito tempo em contato com a pele, obstruem os poros e não permitem que a pele respire normalmente.

Sintomas: surgimento de espinhas com pus ou comedões no rosto, principalmente nas áreas mais oleosas (testa, nariz e queixo).

Se isso estiver acontecendo com você, o ideal é investir em um protocolo detox, que inclui limpeza facial profunda com um profissional, peeling e máscara facial. No Espaço Supreme temos um protocolo perfeito para isso.

 

MELASMA

Quem tem melasma, nem preciso dizer que vai voltar desesperado do Carnaval. Seja pelo excesso de sol nos bloquinhos, praia ou piscina.

Então agora é hora de investir em tratamentos poderosos para reverter a situação. Aqui no Espaço Supreme temos um arsenal contra o melasma: lasers, peelings e microagulhamentos. Mas é preciso analisar a situação que ficou sua pele para que possamos indicar os melhores procedimentos.

 

MANCHAS CAUSADAS PELO USO DE ADEREÇOS

Vocês devem ter visto fotos de pessoas que ficaram com as marcas dos pingentes colados no rosto e no corpo durante os bloquinhos e desfiles de Carnaval. Ou de pessoas que tiveram queimadoras por ficarem expostas ao sol com maquiagens e glitters de qualidade duvidosa e, para completar, sem antes aplicar o protetor solar.

Essas manchas e queimaduras são complicadinhas de tratar e exigem paciência. E mais, só um dermatologista pode indicar o produto correto para se aplicar. Caso contrário, corre-se o risco de complicar a situação.

Meu conselho é: Não tente fazer nada em casa. Procure um dermatologista imediatamente.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *